O Circulo Completo: Airton Ortiz em Cuba

Quer você viaje (ou não), uma história sobre “O” livro que você deverá ler nessas férias (mesmo se você não as tenha).

Abril de 2.008. Enquanto minha então namorada procurava um livro sobre Cuba para um trabalho da Universidade, tropecei em o “Egito dos Faráos” (que veio a ser um dos melhores livros lidos naquele ano).

Mas o mais importante é que tal livro, de um gaúcho chamado Airton Ortiz (que logo em seguida virou post), que muitos apresentavam como o Indiana Jones do Rio Grande do Sul, reacendeu a fagulha de um sentimento que pode ser traduzido como Wanderlust, anseio por viagem, a vontade  de sair por ai e conhecer esse planeta e as pessoas que vivem nelem.

Alguns meses depois, estava em Cuba conhecendo a disneilândia de Che e a terra de Hemingway.

No fim de 2010, através da crítica no r.izze.nhas, que o novo livro de Airton tratava de Expedições Urbanas: Havana.

Ele ficou alguns meses, mas mesmo tendo ficado uma semana na ilha e apenas dois dias na fascinante capital, vivi algumas das aventuras descritas no livro.

Como apreciar a boa música, comida e  bebida da ilha, mas além, conversar com aquelas pessoas e sair do esquemão turístico e allinclusive, conversei com as pessoas pelas ruas de Varadero e quando cheguei em Havana decidimos abolir os passeios tradicionais e fomos conhecer a cidade a pé, sem guia, apenas com o mapa.

O melhor de cuba é o Cubano tanto na ingenuidade ao perguntar quem era o cantor de raggaeton da moda no Brasil, ou nos desaconselhar a ir em um show de rock para indicar um clube cheio de jineteros e jineteras como dica de balada, mas também na calma e serenidade que eles comentavam sobre o ciclon que se avizinhava, como se um furacão fosse apenas uma chuva de verão.

E com mais tempo, Ortiz, se aprofunda e no climax do livro constata o qual cruelmente prático pode ser o povo de Havana, que passou por várias crises e encara com naturalidade qualquer situação da vida, inclusive o socialismo decadente que trás benesses e desalentos a ilha.

Vedado visto por outro lado da baia, esperando o furacão Fey.

Ele foi a Havana, àquela da trilogia suja de Pedro Juan Gutierrez, aquela que eu ansiei, vi e com suas qualidades e defeitos adorei.

Você encara essa viagem?

PS: Faltou no livro uma galeria de fotos!

PPS: Fotos do acervo do Factóide, inclusive a do header, que mostra o por do sol no Malecon, tema recorrente no Expedições Urbanas.

PPPS: O Airton Ortiz tem um blog!

2 Respostas para “O Circulo Completo: Airton Ortiz em Cuba

  1. Viagem e livro tri legais! 😀
    Topa Cuba de novo? 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s